15 de agosto de 2012

Absorção, Distribuição, Biotransformação e Excreção dos Fármacos

Fonte: www7.uc.cl.


Olá!
Tudo bem?

Vou dar início hoje oficialmente, a série de posts sobre os tipos de fármacos e suas funções. Serão inclusas peculiaridades de espécies frente a esses princípios, indicações e contra indicações, mas, como todos sabem, o espaço aqui é meio curto, de forma que vou apresentar à vocês resumos completos. Como sempre, fica a dica para que consultem os links que indico ao final de cada resumo!
Pensei em já começar diretamente falando sobre as classes de fármacos, mas acho que para os colegas que já se formaram há algum tempo, essa introdução pode ser também bem aproveitada, por essa razão, começarei por aqui...

Quero agradecer ao Dr. Ariel Eurides Stella por ter sido um professor exemplar ao longo da minha graduação e ter permitido o uso de material disponibilizado por ele, para que eu pudesse iniciar a série sobre Farmacologia e Terapêutica Veterinária para vocês, leitores do Lab.Med.Vet.
___________________________________________________________________

Farmacocinética: Estudo da "movimentação" do medicamento pelo organismo.

Absorção

- Dá-se após a passagem por alguma barreira, chegando à circulação sanguínea. Utilizando-se deste conceito, a via intravenosa não passa por esta etapa.

- Composição de membranas: PTNS, Fosfolipídeos, Colesterol e traços de Carboidratos.
                    = Medicamentos mais lipossolúveis: Atravessam as barreiras com mais facilidade;
                    = Medicamentos hidrossolúveis: Dependem de processos especiais para atravessarem as barreiras.

- Formas de atravessar as membranas:
                    = Difusão simples;
                         ' Não utiliza energina nem PTN de transporte,
                         ' Ocorre com maior facilidade com moléculas de menor peso.
                    = Difusão facilitada ou Transporte ativo;
                         ' Utiliza energia e PTN transportadora,
                         ' Sofre influência da saturação dos transportadores.
                    = Pinocitose e Fagocitose;
                         ' Utiliza energia,
                         ' Não utiliza PTN transportadora,
                         ' Invaginação da membrana celular - Pinocitose (líquidos) e Fagocitose (sólidos).

- Locais de absorção: Mucosas, alvéolos pulmonares, pele, SC e IM, peritônio e Medula óssea.

- Características da droga que influenciam na absorção:
                     = Molécula grande e Hidrossolúvel (Difícil)
                     = Molécula grande e Lipossolúvel (Fácil)
                     = Molécula pequena e Hidrossolúvel (Fácil)
                     = Molécula pequena e Lipossolúvel (Muito Fácil)

- Moléculas arredondadas passam com maior facilidade do que as com formatos irregulares.

- Velocidade de absorção depende de: Propriedades físico químicas;
                                                      Fluxo sanguíneo local;
                                                      Área de superfície absorvente;
                                                      Número de barreiras

Fonte: Arquivo Pessoal, 2012.
Fonte: Arquivo Pessoal, 2012.

- Biodisponibilidade: Quantidade do medicamento que atinge o local de ação e a circulação geral sem sofrer qualquer alteração estrutural.
            = Ajuda na determinação da posologia para cada espécie;
                    ' Determina quantidade do medicamento absorvido a partir da forma farmacêutica;
                    ' Velocidade de absorção do medicamento;
                    ' Permanência nos líquidos do organismo.

- Distribuição a partir do alcance da droga na corrente sanguínea.
          = Depende de: Passagem pelas barrerias;
                               Ligação com transportadores;
                               Lipo ou Hidrossolubilidade.

- Fármacos hidrossolúveis = no plasma e líq. intersticial;
- Fármacos lipossolúveis = em todos os compartimentos = acúmulos no tecido adiposo.

- Influenciando na Distribuição estão:

1. A intensidade da irrigação tecidual.
       = Adm no local => absorção => sangue => ligações ou não c/ ptns => tecidos receptores => ação
                                                                                                      => rins => excreção
                                                                                                      => fígado => metabolismo
2. Lipossolubilidade
        = Quando excessiva, ação + curta.

3. Grau de Ionização
        = moléculas altamente ionizadas são confinadas no plasma ou no líquido intersticial.

4. Presença de Barreiras:
       = Hematoencefálica = capilares não fenestrados;
       = Placentária = só lipossolúveis passam;
       = Hematotesticular = só apolares sem carga passam.

- Ligações à ptns plasmáticas => Albumina, gama globulinas, glicoproteínas e proteínas de membrana.

Fonte: Arquivo Pessoal, 2012.
Quando o equilíbrio entre moléculas ligadas e não ligadas é quebrado, algumas moléculas ligadas se desligam para substituir as que deixaram o plasma. As ligadas funcionam como reservatórios circulantes.

- Alta ligação de ptns => Pouca eliminação => Efeito prolongado
- Baixa ligação de ptns => Grande eliminação => Efeito mais curto

- O que interfere na ligação?
    = Concentração de fármaco livre, afinidade pelos locais de ligação com as ptns e a concentração de ptns no plasma.

- Biotransformação: Reações que favorecem a eliminação da droga.

- Grandes porções intactas podem ser eliminadas;
- Atividade farmacológica perdida ou reduzida;
- Eliminação em sua maioria pela urina;
- Substâncias lipofílicas não são eliminadas suficientemente pelos rins.
      = Essas substâncias precisam ser metabolizadas antes, para depois, serem eliminadas pela urina.

- Modificações são resultado de transformações enzimáticas em sequência.

Reação de Fase I

- Conversão de medicamentos em metabólitos mais polarizados por oxidação, redução e hidrólise.
     = Essas reações ocorrem no retículo endoplasmático liso (nas células hepáticas).
- Prepara a droga para a fase II.
- Moléculas ficam mais reativas para sofrer conjugação posteriormente.

Reação de Fase II

- Metabólitos se ligam aos substratos endógenos.
- Enzimas citoplasmáticas e citocrômicas em ação.
- Posteriormente excretados via urina e bile.

- Indução enzimática = Adm repetidas vezes => Estimula atividade enzimática => Aumento na síntese => Meia vida e tempo de ação reduzidos.
       ' Droga + Receptores intracelulares => Estimula transcrição => Produção de enzimas.

- Biotransformação pode ser afetada por:
      = Fatores internos como sexo, espécie, genética, idade, gestação, doenças;
      = Fatores externos como dieta e meio ambiente.

- Metabolismo de 1ª passagem: Absorção sistêmica acaba se tornando menor pois o fígado metaboliza algumas drogas em grande escala.
       Via Oral: Dose precisará ser bem maior do que por outras vias de adm.
           => Situação imprevisível quanto ao comportamento do metabolismo frente ao fármaco (variações entre indivíduos).

- Metabólitos Ativos: Alguns fármacos só são ativados após serem metabolizados, sendo então, os originais chamados de pró-fármacos.

- Excreção das Drogas:
     - Eliminação: Excreção e processos inativam a droga => fim da ação da droga.
     - Vias = Renal, Sistema hepatobiliar, Pulmonar (anestésicos gasosos), Suor, Saliva, Lágrimas, Leite Materno, Fezes e Secreção nasal.
     - Passos na Excreção Renal = Filtração glomerular, secreção ou reabsorção tubular ativa, difusão passiva através do epitélio tubular.

Cápsula de Bowman
 - Filtração de todas as substâncias de baixo peso molecular  => Túbulo Proximal (secreção ativa de algumas drogas) => Alça de Henle => Túbulo Distal (Excreção passiva e reabsorção de drogas lipossolúveis) => Túbulos Coletores => Urina.

- Filtração Glomerular
     = Fármacos livres penetram nos rins pelas artérias renais;
     = Taxa de filtração é cerca de 20% do fluxo plasmático renal;
     = Lipossolubilidade e pH não influenciam a passagem dos fármacos para o filtrado glomerular.

- Secreção em Túbulos Proximais
    = Até 80% podem passar para capilares peritubulares do túbulo proximal;
    = Moléculas da droga são transferidas para a luz tubular por sistemas transportadores;
    = Transporte mediado por transportadores => Efetua maior depuração dos fármacos mesmo se estiverem ligados à ptns. As células renais tem a capacidade de separar as moléculas das drogas das ptns.
    = Fármacos excretados que compartilham o mesmo sistema de transporte, podem gerar competição entre si e interferir nas reações farmacológicas por interação.

- Difusão pelo Túbulo Renal
   = Túbulo livremente permeável => Concentração da droga no plasma e no filtrado serão similares => droga filtrada será reabsorvida passivamente.
   = Aumento na lipossolubilidade => Lentamente excretados => Devido a reabsorção passiva.
   = Fármacos altamente polarizados => Depois de filtrados, permanecerão no túbulo.

- Destino das Drogas: - Excreção ou reabsorção  no ducto coletor (muito ionizado = excreção; pouco ionizado = reabsorção);
                                - Urina de carnívoros e herbívoros.

- Clearence Renal das Drogas
    = Remoção completa de determinado soluto ou de substâncias de volume específico de sangue na unidade de tempo (mL/min).
    = Influenciado por pH urinário, ligação com ptns e fluxo sanguíneo renal.
    = Fundamental para a determinação da dosagem.

- Excreção Biliar
    = Via vile
    = Influenciam na excreção => Tamanho e polaridade das moléculas do fármaco
    = Depende da espécie
             ' Ratos e Cães: boa capacidade de excreção via bile;
             ' Gato e Ovino: moderada;
             ' Cobaias, coelhos e primatas: má excreção.

- Células hepáticas transferem as drogas do plasma para a bile => Transportadores e glicoproteína P.

- Ciclo Entero-Hepático
     = Lipossolubilidade alta = Reabsorção;
     = Hidrólise por beta glicorunidase sintetizada por microorganismos da flora intestinal.

- Excreção pelo leite
    = Facilidade de excreção para drogas básicas.

- Tempo de Meia Vida (t 1/2)
       = Tempo necessário para que a concentração plasmática de determinado fármaco seja reduzida pela metade.

___________________________________________________________________________________

Links para ampliar o seu conhecimento sobre este assunto:
Aqui você encontrará documentos, artigos e livros para download.

1. http://farmatox.blogspot.com.br/
2. http://rapidog.com/farmacologia-aplicada-a-medicina-veterinaria-rapidshare.html
3. http://downloadarquivo.com/farmacologia-veterinaria.html
4. http://www.filecrop.com/farmacologia-veterinaria-sumano-pdf.html
5. http://br.librosintinta.in/farmacologia-veterinaria-pdf-8.html
6. http://www.veterinariosnodiva.com.br/livros.htm
7. http://rapid4me.com/?q=livro+de+toxicologia+veterinaria
8. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781996000200026
9. http://www.vetarquivos.blogspot.com



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...