19 de setembro de 2012

O que realmente influencia nos exames laboratoriais?


Oi pessoal!
Tudo bom?

Falarei novamente com vocês sobre fatores que podem influenciar nos exames laboratoriais, pois há muito tempo tenho notado uma certa dificuldade da maioria dos colegas de profissão frente a questões que vou apresentar logo em seguida. Como todos sabem, nem todas as Instituições que apresentam o curso de Medicina Veterinária tem estrutura ou carga horária ideal para a apresentação dos nossos profissionais em formação à Patologia Clínica.
Como já disse a vocês, não é problema não saber...e sim, não procurar aprender o correto. Vou abordar de maneira bem simples as mais comuns causas de falsas alterações nos resultados laboratoriais e desde já, deixo claro que não estou aqui para dizer o que alguém está fazendo de errado, mas para esclarecer qual a melhor maneira para obtenção de um resultado fiel e o que pode acontecer caso os procedimentos corretos não sejam feitos.
Ao final do post, vou colocar alguns links para apostilas de laboratórios veterinários onde vocês poderão ter detalhadamente cada informação que EM VÍDEO apresentarei resumidamente.

___________________________________________________________________________________

1. QUAL O MELHOR MÉTODO PARA COLHER A AMOSTRA?
      - SERINGA?
      - AGULHAS DE COLETA MÚLTIPLA?
      - QUAL O CALIBRE DA AGULHA?
      - QUANTO TEMPO POSSO DEMORAR ANTES DE TRANSFERIR A AMOSTRA DA SERINGA PARA O TUBO?
      - E A URINA? QUAL MÉTODO É PREFERÍVEL QUE EU USE? CATETERISMOS, CISTOCENTESE OU MICÇÃO NATURAL?
      - POSSO COLHER FEZES DO CHÃO?

___________________________________________________________________________________


2. QUANTO DEVO COLHER DE CADA AMOSTRA?
     - E SE EU NÃO CONSEGUIR ESSE VOLUME X ?
 
___________________________________________________________________________________

3. ONDE DEVO COLOCAR CADA AMOSTRA COLHIDA?
      - MATERIAL RECICLADO?
      - MEIOS DE TRANSPORTE?
      - QUAL FRASCO PARA QUAL AMOSTRA?
      - E SE EU NÃO TIVER O FRASCO X, POSSO USAR O Y?
      - QUAL ANTICOAGULANTE DEVO USAR?

___________________________________________________________________________________

4. POR QUE DEVO IDENTIFICAR TÃO DETALHADAMENTE AS AMOSTRAS?
    -  QUAIS INFORMAÇÕES DEVO COLOCAR NA IDENTIFICAÇÃO?

__________________________________________________________________________________

5. COMO E ONDE DEVO ARMAZENAR CADA AMOSTRA? 
      - GELADEIRA OU TEMPERATURA AMBIENTE?
      - PROTEGIDO DA LUZ OU NÃO?
      - POSSO CONGELAR?
      - E SE EU ESTIVER A CAMPO ONDE NÃO HÁ GELADEIRA?
      - HEMÓLISE ?
      - URINA? CRISTAIS E CILINDROS? 

6. QUANTO TEMPO TENHO PARA ENVIAR AS AMOSTRAS AO LABORATÓRIO?
     - E SE FOR PELO CORREIO?
     - E SE PASSAR UM POUQUINHO O PRAZO MÁXIMO?

___________________________________________________________________________________

7. O JEJUM HÍDRICO E ALIMENTAR É MESMO FUNDAMENTAL?
    - E SE FOR NECESSÁRIA UMA COLETA EMERGENCIAL?
    - A AMOSTRA SERÁ TOTALMENTE PERDIDA CASO NÃO FAÇA O JEJUM?
    - MAS O PROPRIETÁRIO NÃO FAZ QUANDO CHEGA EM CASA, E AÍ?
    - TEM PROBLEMA DIMINUIR EM 2 OU 3 HORAS O JEJUM?

___________________________________________________________________________________

8. QUAIS AMOSTRAS DEVO MANTER LONGE DO CONTATO COM A LUZ?
    - MAS É A LUZ OU O CALOR?
    - SÓ A LUZ DO SOL OU QUALQUER TIPO?

___________________________________________________________________________________

9. COMO DEVO PROCEDER PARA QUE A AMOSTRA NÃO COAGULE?
     - COMO HOMOGENEIZAR?
     - POR QUANTO TEMPO?
     - EM QUAL INTENSIDADE?

___________________________________________________________________________________

10. E COMO PROCEDER PARA QUE NÃO OCORRA HEMÓLISE?
      - SÓ HOMOGENEIZAR ADEQUADAMENTE RESOLVE?

___________________________________________________________________________________

11. MAS TODOS OS MEUS RESULTADOS VEM COM PLAQUETAS BAIXAS. É ERRO DO LABORATÓRIO?
      - COMO VOCÊ COLHEU?
      - QUAL FOI SEU GRAU DE DIFICULDADE?
      - HOMOGENEIZOU A AMOSTRA NO TUBO?
      - ESTRESSE?
     - ESPÉCIE ANIMAL?

___________________________________________________________________________________

12. POR QUE DEVO INFORMAR AO LABORATÓRIO SE O ANIMAL ESTAVA ESTRESSADO?

13. POR QUE DEVO INFORMAR SOBRE O USO DE QUALQUER TIPO DE MEDICAMENTO?

14. POR QUE INFORMAR COMO COLHI A URINA?

15. POR QUE INFORMAR QUALQUER OUTRO TIPO DE OCORRÊNCIA POUCO COMO SE HOUVE DEMORA ENTRE HORÁRIO DE COLETA E DE ENVIO DE AMOSTRA?

___________________________________________________________________________________

RESPOSTAS PARA ESSAS PERGUNTAS:

PARTE 1


PARTE 2

___________________________________________________________________________________

Agora apresento algumas apostilas contendo essas respostas...

http://pt.scribd.com/doc/3782822/Apostila-de-patologia-clinica1UFMG

http://www.laborvet.com.br/site/site/default.asp?TroncoID=707064&SecaoID=515327&SubsecaoID=0

http://www.citovetsc.com.br/adm/downloads/9-download.pdf

http://www.ecolvet.com.br/arquivos/manual_coleta.pdf

http://www.laborlife.com.br/coleta/man_coleta.html

https://docs.google.com/file/d/0B0b2QD3_5bd9NWM4MjRiNDYtNWQ2Ni00MmIwLTkyZTQtMjcyMGI4ZjY4MWZh/edit?pli=1&hl=pt_BR#

https://docs.google.com/viewer?a=v&q=cache:1RK-uVxvFrgJ:www.provet.com.br/download_especialidades.php%3Ffilename%3D66-Metodos_de_coleta_em_caninos_e_felinos.pdf+&hl=pt-BR&gl=br&pid=bl&srcid=ADGEESj8FgZ-ovPagetPjA7QNqmxr1GX-vxm5Ersn0mOW_92P055La5Bf3Qmg5ecR4oCRQ1pxJfPGnnPzver0oiV_t1dnL6x82fA9mzOS5vZ0IIrTGta4owpxe8VExittmOyinWtTmJ3&sig=AHIEtbT1ms3IL3qBMJdN5BOlgaOQ7F-QLA

http://www.medivet.com.br/apostila_medivet.pdf

http://veterinariapreventiva.com.br/manualdacoleta.pdf

http://www.agricultura.gov.br/portal/pls/portal/!PORTAL.wwpob_page.show?_docname=102346.PDF


Estes são apenas alguns exemplos disponíveis, mas como eu disse antes, entrem em contato com o laboratório de escolha de vocês e se informem adequadamente, ok?

Até o próximo!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...